.
E-mail(11) 4565-6318 (Telefone e WhatsApp)

Você está em: Home > Blog > Primeiros passos para empreender: todas as dicas que você precisa

Primeiros passos para empreender: todas as dicas que você precisa

Publicado em: 07 de maio de 2021


 

Primeiros Passos para Empreender

Antes de conhecermos os primeiros passos para empreender, é necessário saber de onde surge o empreendedorismo. As ideias empreendedoras surgem a partir de um desejo de inovar, de uma insatisfação com o trabalho atual ou de uma análise do mercado, onde se observa alguma oportunidade de negócio. Independentemente da origem da ideia, a motivação é o combustível inicial para que tudo aconteça.

A insatisfação com o estado atual é o sentimento propulsor que deve nortear o seu empreendimento e motivar cada ação tomada, a fim de evitar que o seu negócio quebre em algum momento. 

Abaixo listamos itens imprescindíveis para se pensar ao dar os primeiros passos para empreender:

1 – Saiba o teor da sua motivação

O que faz um negócio ir para frente é a energia depositada nele. Deve haver um sentimento inicial que dará energia o suficiente para seguir uma ideia desde o princípio, para que o negócio vá para frente. Se a sua motivação for fraca ou variar conforme as situações e momentos da sua vida, você desistirá na primeira dificuldade. Um negócio só vai para a frente se contar com uma forte motivação.

Sua motivação te faz abrir mão de algo? Você está decidido (a) a se arriscar e persistir independente do que virá pela frente? Se a resposta for sim, continue! Você está no caminho certo para dar os primeiros passos para empreender.

2 – Escolha um produto/serviço

Você precisa decidir o produto ou serviço a ser comercializado e conhecer a fundo esse segmento. Opte por serviços ou produtos que supram uma necessidade do mercado. Não parta do princípio de começar algo somente por achar legal ou por ser do seu interesse, mas busque entender e sanar uma necessidade real do seu ciclo social, dia-a-dia ou do mercado. Empreender é propor uma solução para uma carência real. 

Começar algo apenas por gosto pessoal, sem que haja um propósito por trás ou algo uma solução proposta, é caminhar sem objetivo. 

3 – Coloque seu produto no mercado

Não é necessário investir grandes quantias de dinheiro com pesquisa, contratar funcionários para desenvolverem seu produto ou investir em uma equipe de marketing. Um dos primeiros passos para empreender é validar a sua ideia. Converse com amigos próximos e familiares e ofereça gratuitamente o produto ou serviço. Após a entrega, peça e aceite opiniões e sugestões. Use os feedbacks para evoluir e investir em melhorias para o seu produto ou serviço. 

Observe a aderência do seu produto ou serviço com relação ao público. Supre uma necessidade ou é algo que pode ser facilmente trocado? 

4 – Planejamento – um dos primeiros passos para empreender 

Antes de sair seu produto em larga escala ou contratando colaboradores para auxiliar na prestação de serviço, sente e planeje! Um dos primeiros passos para empreender é colocar no papel tudo o que você precisará para vender um único produto ou serviço. Avalie quanta matéria-prima será utilizada e qual será o investimento de tempo e dinheiro aplicado para a produção de um produto. Após realizar essa avaliação, projete uma média dos seus gastos semanais e mensais. Vai precisar do suporte de terceirizados? Se sim, inclua no cálculo.

Identificou quantas vendas serão necessárias para suprir o valor investido? Caso seja CLT, quanto você precisa para sair do seu emprego atual e ficar integral em um empreendimento? A partir daí, é possível fazer metas de vendas antes mesmo do seu negócio nascer.

Não abandone a sua atividade profissional antes de ter uma meta de vendas e um rígido planejamento, porque você estará colocando os pés em um terreno inseguro e isso poderá gerar uma frustração.

5 – Primeiros passos para empreender: Comece a vender!

Após todos esses passos, é hora de colocar a mão na massa e fazer as coisas acontecerem. Ao pensar nos primeiros passos para empreender, é essencial pensar na divulgação do seu negócio!

“Mas eu não tenho dinheiro para investir em divulgação”, tem sim! A divulgação não se resume à internet, a divulgação é feita a partir do momento que você abre a boca para falar do produto ou serviço. 

Comece pelo seu bairro. Crie um panfleto colocando as principais informações do seu negócio e inserindo dados para contato. Com um investimento médio de R$ 300,00 você conseguirá se apresentar para os seus primeiros clientes.

Busque onde estão os seus potenciais clientes (sejam eles pessoas físicas ou jurídicas) e entregue os panfletos pessoalmente, colocando-se à disposição. Nunca pare o processo de divulgação, porque é ele que faz qualquer negócio crescer. 


Para se inspirar

Quando a Apple começou a criar produtos, investiu inicialmente em soluções para os seus próprios fundadores. Bill Gates começou criando softwares para si mesmo. Faça primeiro para si, para depois fazer para os outros. 

Comece na sua região, ciclo de amigos e rede de contatos! Não queira se aventurar no marketing digital, porque ele não vai salvar a sua vida. Faça com que as pessoas experimentem e conheçam o seu negócio, mesmo que de graça. O teste faz comprovar a qualidade da sua entrega.

Quando a sua empresa possuir musculatura o suficiente para investir uma verba em marketing, aplique essa verba na internet de forma regionalizada, escolhendo onde e para quem anunciar. Respeite sua limitação geográfica de atuação.

Importante

Contabilmente falando, o valor que você for ganhando (lucro) não deve ser utilizado para o seu consumo pessoal, e sim para a empresa. Estabeleça desde a primeira venda o valor destinado ao caixa e o valor mensal retirado para si. Não misture as suas finanças pessoais com as da empresa.

Priorize investir no seu negócio! Você é o maior investidor e o que mais deve acreditar no seu crescimento. Não tire pró labores se possuir condições de manter o valor no caixa da empresa. Essas dicas farão toda a diferença quando você for dar os primeiros passos para empreender.

Para receber mais dicas sobre como iniciar o seu projeto, fale com os nossos especialistas, deixe sua mensagem e acompanhe o nosso blog. 

About Post Author

POSTS RELACIONADOS

Suspensão do Recolhimento do FGTS Ampliada até agosto/2020

Com intuito de preservar tanto o empregador quanto o empregado em meio a calamidade pública enfrentada pela COVID-19, o Governo teve a iniciativa de criar uma Medida Provisória de nº 927/2020 através do Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020 realizando a Suspensão do Recolhimento do FGTS dentre as medidas abordadas. Inicialmente […]

Leia o post completo

O que é FGTS e para que serve [Leitura Rápida]

Em uma leitura de menos de 2 minutos, você vai entender o que é e como funciona o FGTS e para que serve do ponto de vista contábil. O que é FGTS e para que serve? O FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – é uma poupança obrigatória que o empregador tem […]

Leia o post completo

Rescisão por acordo: Entenda o que é, para quem serve e como funciona

  Está em vigor a nova modalidade de rescisão de contrato de trabalho entre empresa e empregador: a rescisão por acordo.   A reforma trabalhista trouxe essa modalidade de rescisão por acordo e está em vigor desde o dia 11/11/2017. Antes da reforma, essa modalidade não existia e forçava acordos informais e irregulares perante a […]

Leia o post completo